The People’s Act of Love = O Acto de Amor do Povo


Byblos



Sibéria, 1919 - No limites exteriores de um país recentemente despedaçado pela guerra civil vive uma pequena seita cristã e o seu enigmático líder, Balashov. No seu seio encontra-se aquartelada uma companhia de soldados checos, do lado dos derrotados no conflito recente, desesperados por voltar a casa. A esta comunidade isolada chega penosamente a pé Samarin, um evadido dos campos de prisioneiros siberianos. A sua chegada intriga muitos dos habitantes locais, incluindo Anna Petrovna, uma bela e jovem viúva de guerra, e quando o xamã local é encontrado morto, a suspeita e o terror inundam a pequena cidade...


O Acto de Amor do Povo é um drama épico de desejo e sacrificio, uma grande fábula dos tempos modernos. Sendo uma das mais inesquecíveis obras de ficção surgidas nos últimos anos, vem confirmar James Meek como um escritor de talento prodigioso.


«O livro de James Meek, magnífico e maravilhosamente escrito, consegue ser ao mesmo tempo simples e profundo, com um equilíbrio perfeito entre crueldade e humanidade. Um romance russo de tal modo verdadeiro, de horizontes tão largos, é um acontecimento excepcional na literatura inglesa.» - ANTONY BEEVOR


«Um romance bastante extraordinário. A linguagem é tão fresca, viva e radiosa. E que narrativa! Que história! Há um majestoso desdém pela pequenez neste livro - pela pequenez amiciosa, pela estreiteza de simpatia, pelo horizonte mesquinho. Tenho uma enorme admiração por ele.» - PHILIP PULLMAN